{ good time blues }

 

Advertisements

 

 

No início

 

No início
não sabemos
que não podemos tudo.
É o corpo que nos ensina
Agarramos com as mãos
a irresistível chama
e a queimadura do fogo
enche-nos de surpresa

Subimos à árvore maior
para voarmos como pássaros
e dói-nos mais não podermos
do que a perna partida

No início não sabemos
que entre o desejo e o corpo
há um desencontro
a eterna fome
a perpétua busca.

 

 

Pedro Santo Tirso

 

 

 

 

 

Amor das palavras

 

Amo todas as palavras, mesmo as mais difíceis

que só vêm no dicionário.

O dicionário ensinou-me mais um atributo

para o sabor de teus lábios.

São doces como sericaia.

Faz-me pensar ainda se a tua beleza não será

comparável à das huris prometidas.

No dicionário aprendi que o meu verso é

por vezes fabordão e sesquipedal.

Nele existe o meu retrato moral (que

não confesso) e o de meus inimigos

rasteiros como seramelas sepícolas

e intragáveis como hidragogos destinados à comua.

O dicionário, as palavras, irritam muita gente.

Eu gosto das palavras com ternura

e sinto carinho pelo dicionário,

maciço e baixo e pelo seu casaco, azul

desbotado, de modesto erudito.

 

Rui Knopfli